sábado, 20 de dezembro de 2008

RCA - Q34 - Um Belo Rádio






Olá Amigos e fiéis seguidores...

Vou mostrar para vocês, nesta página aqui, uma restauração muito legal. Legal pelos resultados e pelos "problemas" enfrentados.
*** Aviso que a partir de Janeiro, atendendo à pedidos e também a algumas ameaças(hehehe), vou fazer uma lista dos clientes que serão atendidos(pela ordem) dessa lista. Isso porque, apesar de muito confiarem no meu trabalho, outros desconfiam dos motivos das consequentes demoras nas restaurações. Além dos problemas que enfrentamos nos ultimos 6 meses, entre eles enfrentei até uma Zebrinha na saúde, por causa da estafa, a Officina do Rádio Antigo resume-se a uma pessoa: EU(Indalécio Alves de Oliveira). Toda ajuda externa que já tive foi dispensada por vários motivos e fiquei praticamente sozinho novamente. Lamento a perda profissional do Tio Tony, que ganhou sozinho na Mega-Sena e se mudou para as Ilhas Canárias...
Então, para que não haja nenhum culpado por serviço que não agrade, sou o integro responsável pela Officina. Sou eu quem faço os Knobs, Dials, Molduras, Acabamentos, Polimentos, Consertos e Restaurações. Não dependo de ninguém, por isso, e por TUDO ISSO, fica humanamente impossível dar conta de todas as restaurações e Consertos e ainda com os prazos.***
Há aqui, por exemplo, um Radio RCA, modelo Q34, muito bonito, mas que veio muito comido por cupins. Após os período de estufa, re-fiz suas estruturas, maciei os cantinhos e etc e cobri com nova folha de imbuia, muito bonita por sinal. Após polimento e já com o rádio montado, notei algumas manchas que dia a dia vinham britando na parte negra do rádio. Manchas como se houvesse uma reação química da madeira, aos produtos de acabamento. Algo completamente estranho. Essas manchas foram crescendo e, como não havia outra maneira, removi todo o acabamento da caixa(verniz e etc) e comecei novamente. Após tudo feito e polido, montei novamente o rádio e cheguei a avisar o dono que levaria naquela semana. Novamente, após dois dias as manchas voltaram. Removi todo o acabamento novamente e leveia caixa para um amigo analisar no laboratório de materiais da USP. Acontece que, ou o dono ou algum técnico da Fundação RODA(breve darei descrição do que significa o RODA), passou Silicone na madeira antiga. Esse silicone, penetrou nos furos dos cupins e lá ficou, junto com os detritos dos corpos dos cupins mortos etc. Ao tampar com massa poliester os enormes buracos dos cupins, o Silicone não teve mais como sair da madeira pelos furos e frestas e, assim, a madeira passou a "transpirar" silicone que reagia com o material Poliuretano do acabamento do rádio. O que está sendo feito????
Pois bem, diante de um problema dessa magnitude, o que fazer? Aquecer a caixa para o silicone sair? Errado, pois isso causaria o empenamento da madeira antiga do rádio... A idéia(única lógica encontrada), está sendo abrir furos e introduzir eletrodos aquecidos para "secar" o silicone que está dentro da madeira e impede que esta receba acabamento. Com isso as folhas de Imbuia que foram coladas, pode-se dizer, que foram para o brejo...ou melhor, para o lixo... uma pena, pois o rádio tinha ficado lindo.

P) Com isso, pela lógica pura e simples, o que aconteceu????
R) ATRASO, PROFESSOR!!!!
P) Muito bem, meus alunos, muito bem....

Officina do Rádio Antigo.
(16)3412-6692
officinadoradio@gmail.com

Nenhum comentário: