quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Admiral Rádio Z344

Alô Amigos;

Estou de molho por conta de uma virose...maldita maionese de casamento de pobre....Ó Ráios, Raios, Raios Triplos(como dizia o Dick-Vigarista....hehehehe).

Mas não vou deixar vocês sem uma postagem essa semana....senão, àqueles que tem Rádios aqui na Officina vão propagar novamente que embarquei, que bati com as 10, que fui para a terra dos Pés-Juntos e etc.... e o Zé-da-Cópia, um coitado que acha que restaura alguma coisa e vive a me difamar em SP, vai dizer que algum cliente atirou em mim....hahahahah...por falar no Zé-da-Cópia(que um dia se passou por cliente e me pediu orçamentos para um rádio, somente para copiar as modalidades da Officina), acho que passou da hora dele colocar alguma restauração do site dele....só propaganda, anuncios e nada!!! Parece coisa Trollada... ao menos mostre algo que vc conserta Zé-da-Cópia:




Vamos à nossa  postagem que sei que vocês vão gostar pois, quem não gosta do sofrimento alheio???? heheheh...como dizia minha adorada avó Sebastina: - Pote tanto vai à fonte que um dia volta quebrado....e dessa vez não foi diferente....baseado nos tantos anos de bancada eu achei que já tinha visto quase tudo, mas foi quando um cliente muito bacana me ligou, me dizendo que tinha um rádio parado há 40 anos e que ninguém havia se animado à colocar o menino em funcionamento... o último que tentou, olhou, mediu, limpou e disse ao dono do Rádio:
- Se o Indalécio não der jeito, pode jogar fora ou deixar apenas como ornamento de garagem.....

Na verdade, eu adoro quando vem essas bombas...de verdade, eu sei que alguém tentou e não conseguiu e então, não se trata de um cosertinho simples e, por mais que eu seja explicito sobre os problemas para com o proprietário do rádio, por não entender de eletrônica, ele e nem ninguém deve saber o que se passa num circuito de 60 anos....eu sei pois estudo isso à 30 anos....e ainda apanho com alguns bichos feios....

O dono chegou, dia quente...lá fora mais de 35 graus Celsius(traduzindo: Quente pra KCT), eu, bem animado o recebi, o trouxe para ver minha bagunça-doce-bagunça e saquei a máquina da caixa para melhor analisar....claro, havia claras evidencias que um Pé-de-Porco passou pelo rádio...fios imendados com fita isolante são clássicos sinais...

Saquei o multimetro digital e vamos de medidas...foi aí que o não concebível ocorreu: Havia tensão AC nos lides do transformador que fazem o +B, mas não havia tensão continua depois da valvula: Conclusão primeira???? - Valvula retificadora ruim... troquei, nada, peguei no estoque uma zerinho....NADA.... desliguei a saída da valvula: NADA, retirei a valvula e coloquei dois diodos> NNNAAADDDAAA!!!! Havia AC e não havia DC epior, o AC certinho 350 num lado, 350 do outro.... estudei o circuito, tratava-se de um bicho estranho, taquei procurar informações sobre o rádio...SANTA INTERNET!!! achei o rádio nesse site:
http://www.antiqueradios.com/gallery/v/Admiral/1937_Admiral_Z344_Z544.jpg.html

Porém, contudo, no entanto e entretanto, nada de diagramas ou informações técnicas....fui pro Manual Rider e lá descobri que os Rádios Admiral eram fabricados pela Continental Rádio e que, com esse numero de modelo(Z344 ou Z544), informações, nem no céu....

O dono do rádio tinha um compromisso em outra cidade e me pediu para resolvesse em 3 dias pois ele estaria de volta à São Carlos nesse período, depois só em 60 dias....

Pensei, orçei por cima e, assim que ele saiu pus mãos à obra... levantei entre os diagramas da Continental Rádio qual dava mais certinho com as bobinas....vim trocando os capacitores e reolvendo os GATOS do oscilador, amplificador de FI, detetor, pré-amplificador, saída e a retificação....bom, essa não queira nada....
Peguei o medidor de isolação e aí sim, descobri o causador da Zebra.... o próprio transformador de energia do rádio, estava com espiras em curto com o carcaça e, assim , dava a tensão AC e essa, não tinha corrente suficiente para passar pelos diodos retificadores....como o prazo era curto, fui visitar a Ilha de Lost da Officina(meu Ossário - com doadores de órgãos e tecidos) e, num chassisão do tamanho do mundo, econtrei um transformasdor BB, Bom e Bonito...substitui o danado e lá veio a tensão +B bonitinha(350V), para logo depois cair para 55V..... olhei e vi que o Pé-de-Porco havia soldado(e muito mal, por sinal) um resistor de 470Ohms na linha do +B e levando para as bobinas....desliguei tudo e fui ver o diagrama... o que esperar deum serviço de Pé-de-Porco??? Coisa Errada, sem duvidas e lá estava a ZEBRONA: O resistor original era de 15K, ou seja, 30 mil vezes maior que o que o animal colocou.....
Substitui e vi pular faísca na chave de onda, o rádio ameaçava sintonizar algo, apitava e nada...Calibrei o circuito de FI, ameaçava sintonia e nada!!! Bom, com tudo isso eu já estava há mais de 15 horas trabalhado no rádio....já era 4:30 da manhã....desliguei tudo e fui pra casa....

Parece mentira, mas a noite toda eu sonhei com o circuito do Rádio, principalmente a parte Osciladora... voltei logo pela manhã...era 9:00h...ataquei o bicho de novo....descobri que a tensão entrava pelo resitor de 15K mas não passava para a Grade 2 da 6A8... estudei o circuito e o pior aconteceu.... o problema estava na chave de onda...vejam a macarronada de fios:



Bobinas não faltam...tem por cima, por baixo, de ladinho....heheheheh



Mas sim queridos amigos.... havia uma pedra no meio do caminho, no meio da caminho havia uma pedra(Drummond).... havia um curto causado pelo resitor errado que o Pé-de-Porco instalou errado...isso passou mais tensão, mais corrente e causou uma linha entre o +B e o aterramento da chave, entrando em curto, derrubando a alta-tensão do rádio e não permitindo a chegada da tensão à grade 2 da 6A8....
Desmontei a chave, lavei com ácidos, tirei todo resquicio da linha de curto e retifiquei todos os contatos, preenchendo com prata os contatos....um trabalho que durou 7 horas..... Montei e PAM-PAM-PAM-PAM...... funcionou de cara....fiz a calibração do rádio e ajustei as demais tensões dos circuitos +B do rádio todo....

Mas o resultado final ainda não tinha me agradado...o som do rádio era ruim, apesar de estar tudo de acordo....fui checar o óbvio: as válvulas pré-amplificadora e amplificadora...ambas fracas, substitui, melhorou mas a distorção ficou maior....fui para a régua de calculo, calcular qual seria a potencia total do audio desse rádio: Algo em torno de 2,5 à 3W RMS.... montei todo o arsenal para medir e encontrei somente 0,8Watts... fui para o diagrama e notei o erro.... O Pé-de-Porco, mais uma vez essa figura já folclórica, havia substituido a 6F6 por uma 6V6.... aí, outros pés-de-porco vão dizer: Mas a 6V6 é mais forte que a 6F6 e o som é melhor....nada, senhores.... esse circuito usa o catodo da valvula amplificadora de poder, ligado diretamente à massa, para poder se tirar o máximo de proveito da valvula que era a 6F6...na 6V6 vc aumenta o consumo do rádio, o som fica ruim e distorce.... Instalei uma 6F6 e fui medir o audio: 1,5W...quem era o culpado??? Entrei com vários sinais de audio...desde 60Hz até 5Kilohertz diretamente na grade da pré-amplificadora (6F5) e só conseguia, nos calculos a mesma medida de 1,5W..... onde estava a zebrinha???? No transformador de audio já saturado pelo tempo.... troquei pelo exclusivo transformador de audio Officina e a potencia de audio foi para 2,95W em 1 kilohert....perfeito, com menos de 0,35% de distorção....
Votei o circuito de rádio, funcionou bem, mas ainda faltava GANHO de antena...desmontei as FI´s, sequei as bobinas no alto-clave em 100 graus por 2 horas...banhei em cera e instalei.... antes desse procedimento a resistência Ohmica dos enrolamentos era de 31Ohms....após secagem todos os enrolamentos deram 18,2 Ohms.... aproveitei para, enquanto secavam as bobinas, soldar um pezinho do variavel que estava quebrado, pondo o variavel no banho quimico controlado por 1/2 hora...


Chassis sujo, e vocês podem ver o pezinho do variavel solto da peça....

Em processo de limpeza.....

Pronto, com a variavel instalado e o pezinho soldado...borrachas novas colocadas...

Os variaveis usam borrachas por uma série de razões e, entre elas, vale destacar que eles devem ficar levemente afrouxados....muito frouxos vc terá funcionamento intermitente...preso demais, ausencia de oscilação....

Aproveitei os elementos do banho quimico e coloquei os metais do frontal do rádio para tomarem banho...








Bem, essa é mais uma Restauração minha: Indalécio A de Oliveira, da Officina do Rádio Antigo...vou tentar uma foto melhor desse frontal pois o rádio é muito bonito...Suas 3 faixas de Onda são: Onda Média (550 à 1700 Kilohertz), Police: (1700 à 4600 Kilohertz) e Curtas: (6.0 à 15 Megahertz)...

Poli a caixa com maquina e o resultado foi brilho e beleza.....e não é que tinham condenado o coitadinho????? heheheheh
Abraço e Obrigado pela visita ao nosso Blog.



Officina do Rádio Antigo. (16)3412-6692 Rua Dona Alexandrina, No. 398 - Centro São Carlos - SP CEP 13560-290 officinadoradio@gmail.com

3 comentários:

Claudio Santos disse...

Maravilhoso trabalho, parabéns quem sabe, sabe...Abraço.

roberto elias disse...

Cara, vou mandar o pessoal do history chanel ou do discovery te fazer uma visita, principalmente agora que estão fazendo muitos documentários regionais, ja pensou nisso? "mestres da restauração Brasil"

abrao pereira da silva disse...

voce esta de parabens muinto obrigado