sábado, 29 de dezembro de 2012

Rádio Spica

Oi Amigos;

Nessa postagem eu faço uma homenagem aos Pés-de-Porcos...heheheh, mais uma....

Como todos sabem e AMO a profissão que criei e a cada aparelho que chega na Officina, tento imaginar o que já não se passou com o mesmo... e eis que dias desses, mesmo ainda tendo a sensação horrivel de ter um Chipanzé raivoso querendo sair do meio de minhas costas e partir de vez a coluna que dói tanto, toca a campainha e o pessoal do correio me entrega uma pequena caixa...como eu não esperava nada entre a semana do Natal e Ano-Novo, a não ser os meus presentes que vieram, tratei logo de abrir e conferir....Era um rádio Spica e, junto com o rádo que foi devidamente embalado, havia uma carta com uma caligrafia muito bonita....


Ao ler que um "curioso" tinha passado pelo rádio já pensei: E vem bucha....heheheh

Abri o rádio, retirei da caixa plástica, que estava bem conservada e fui ver o que havia sido feito pelo " Sr. Curioso"...e aparentemente, mais uma vez comparando à um corpo humano, o problema estava no pé e o Pé-de-Porco operou o cérebro.... o defeito original estava no estágio de saída de audio e o dignissimo representante da classe dos suinos resolveu fuçar no circuito oscilador.... fiz a etapa de audio funcionar e passei o orçamento... o dono aprovou e, como o orçamento aprovado foi o mais simples, aproveitei que o rádio já estava sobre a mesa e ataquei na solução geral.....

Nesses casos, pela etapa de saída não alcançar uma potencia elevada para que se avalie os demais estágios, eu ligo um outro amplificador, bem potente, ou fones de ouvido...preferi os fones dessa vez...as FI´s estavam fuçadas, claro!!! e vocês acham que um Pé-de-Porco que se preze não ia dar "voltinhas" nos parafusinhos das pobres FI´s???? Calibrei os 3 circuitos de FI e me deparei com 2 resistores quebrados.... substitui todos os capacitores...o sinal aumentou bem...fui para o oscilador e estranhamente o rádio só oscilava nas frequencias baixas...passando do meio do variavel para cima, nada!!!
Analizei e vi que o Gran-Mestre Pé-de-Porco, havia arrebentado com a bobina de antena.... o Circuito desse Rádio é simples, vejam:


A bobina rompida foi logo o SECUNDÁRIO da bobina de Antena..são 7 voltas de fio Litz(que o amigo Dr. Rodrigo comprou na Bulgária e mandou para cá), mas além das 7 Voltas, vc precisa fazer um laço com o primário para ambos irem ligados ao +, como podem ver no diagrama...

Ao re-ligar a bobina, num daqueles dias que o telefone toca 600X, a campainha toca outras 900X, já se ouviam as estações locais, mas totalmente fora de frequencia...tentei calibração dos estágios de Antena e Oscilador, sem sucesso....pensei: - Será que perdi a mão nessas geringonças???? Será que errei a bitola do fio ou algo assim???? Substitui o capacitor .005 do oscilador...o sinal melhorou, mas não mudou o erro das frequencias...resolvi encerrar o dia, já estava há mais de 20 horas na Officina....

No outro dia pela manhã, retirei o transistor oscilador, medi e estava bom, mas o numero dele me chamou a atenção...2SB365.... peguei um livro do tempo de Don João Charuto e vi que estava totalmente errado...esse transistor trabalha na linha de audio e substitui um OC71 e nunca poderia estar na sessão de RF de um aparelho...coisa do Pé-de-Porco que deve ter suspeitado do transistor, arrancou o original, quebrou seus lides(que ainda chamam de "perninhas") e instalou qualquer porcaria que deveria ter numa Gaveta de Sucatas.... instalei um transistor de Germaniun especial que ainda tenho por aqui e as frequencias, como que por encanto, estavam "quase - lá"....hehehehe

Nova calibração com o gerador digital da Meguro, aumento na sensibilidade, novo ajuste dos circuitos e FI e RF e pronto...estava funcionando perfeitamente.....


A Bobina de Antena retirada e rebobinada....

O Dial sem polimento


O Rádio Spica pronto e esperando para seguir para o dono.

Como há muita gente que gosta desses rádios, aí vão algumas fotos de Rádios Spica que colhi para vocês na Internet algumas fotos:


Uma linda coleção de Rádios Spica


Uma lateral da caixa original do Spica ST-600

Um modelo mais recente.

Muitas outras imagens desse ícone podem ser vistas no Google. Vale lembrar que esse foi o primeiro rádio portátil à vir para o Brasil e foi comercializado largamente para a Copa do Mundo de 1958...

Um Pioneiro, Simples e Eficiente receptor de Ondas Médias....



Officina do Rádio Antigo. (16)3412-6692 Rua Dona Alexandrina, No. 398 - Centro São Carlos - SP CEP 13560-290 officinadoradio@gmail.com

Nenhum comentário: