quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Um e-mail que valeu o ano.

Oi Amigos;


Quando escrevo, assim como escrevi sobre o GE abaixo, sempre procuro buscar uma forma leve. Quem entra no nosso blog entra por gostar de rádios antigos, por querer acompanhar o que faço ou por simplesmente querer conhecer um pouco mais sobre a rotina de um restaurador e contador de "causos" como eu.

Neste ultimo final de semana eu tive uma crise por algo tão bobo, tão simples... acredito que movido pelo cansaço, pois estava há mais de 30 horas acordado, pela ausência de contato humano(trabalho sozinho e prefiro assim), sem tempo para comer ou pausas  e polindo "o monstro" que relatarei em breves dias e que foi a peça que me levou à depressão no ano passado, bem no cair da tarde, como eu estava com a clássica camiseta laranja e amarela da Officina, uma pequena joaninha de cores idênticas veio e pousou no meu peito...sabe-se lá o porque esse elefante com coração de manteiga, sozinho desabou a chorar....hehehe... acho que ainda precisaria de uma pausa...mas enfim, vamos ao fato deste post.

Achei na internet uma da mesma cor....

Depois do "monstro" ter ido embora eu dormi 2 dias(3ª e 4ª feira)...sonos com pesadelos e tudo relatarei ainda esta semana, não precisam se preocupar...vocês saberão da estória toda.
Como pedi contato de quem tem rádios atrasados aqui, muitos chegaram e, por favor, aguarde as respostas até 2ª feira, pois estamos organizando tudo(Dona Catraca vem dando uma mãozinha).... o que ela fez em 15 dias eu não fiz em um ano. Mas vamos ao e-mail, não vou publicar o nome, mas eu achei, entre as homenagens que recebi, a mais bela, a mais expressiva, pois partiu de alguém sem interesse algum... o que é raríssimo nos dias atuais:

São Gonçalo/RJ, 27 de Janeiro de 2014.


Caríssimo Indalécio,





Para começar quero que saiba que neste email não há nenhuma cobrança, nem pedido, orientação e etc. rsrs


De forma simples e do jeito que consigo fazer gostaria de reconhecer seu trabalho, o talento, a dedicação perfeccionista, o empenho na atitude de fazer ressurgir estas jóias radiofônicas, e manter viva a história de nossa comunicação.


Acompanho seu site Officina do Rádio Antigo e testemunho os quase “milagres” que realiza em rádios que a olhos leigos ou despreparados estão condenados ao silêncio, ou até mesmo ao lixo. O carinho e esforço em qualificar seu ofício recuperando nos detalhes e até mesmo melhorando equipamentos que não são seus, respeitando o que cada rádio representa na vida de seus donos é louvável.


Acompanho seus relatos sobre as restaurações e a empolgação em suas palavras ao tratar o rádio como se fosse um personagem vivo, um paciente que chega vulnerável  nas mãos de um amigo que lhe trará a vida novamente, mesmo que isso chegue a comprometer sua própria saúde (mas não chegue a esse extremo viu!).


Quero agradecer em meu nome e em nome de muitos, as orientações, informações que mesmo com seu tempo tão escasso e valioso, sempre nos dá atenciosamente, ratificando que foi em razão de suas orientações que tive a felicidade de ser presenteado com meu primeiro valvulado (espero que seja o primeiro de outros rs). Quero que também saiba que em outros sites de colecionadores e restauradores sérios,  seu nome é lembrado como o mestre da restauração de rádios e seu trabalho é extremamente reverenciado, além disso, fique ciente que todos nós torcemos pela realização de seu sonho em criar um Museu do Rádio.


Não dê ouvidos aos ansiosos mal educados, as pessoas que lhe tratam com rispidez, pois elas não tem a menor idéia da complexidade que é restaurar um objeto antigo com a fidelidade e perfeição com que realizas, espero que um dia eu também possua a honra de possuir um rádio valvulado restaurado por suas talentosas mãos... seria um privilégio.


Em fim, minha iniciativa nesta micro homenagem é que em meio a tanto trabalho, tantos reclamões ansiosos, você possua a absoluta certeza que a maioria esmagadora de seus clientes e admiradores lhe respeitam MUITO, reconhecem sua arte e lhe desejam muita saúde para continuar seu belo ofício trazendo para nós mais que rádios antigos restaurados, mas lembranças e sentimentos que nos são muito caros.


Um grande e grato abraço, Deus lhe abençoe!
* Estimado amigo, autor desse e-mail. Suas Palavras foram motivadoras e sua forma de escrita não é simples...foi simplesmente perfeita. Que o Grande Arquiteto do Universo o Proteja em sua plenitude.
Do Amigo;
Indalécio A de Oliveira.

Officina do Rádio Antigo. (16)3412-6692 Rua Dona Alexandrina, No. 398 - Centro São Carlos - SP CEP 13560-290 officinadoradio@gmail.com

2 comentários:

lsmorato disse...

finalmente alguém colocou em belas palavras o sentimento da maioria dos entusiastas da officina!

O teu trabalho é arte pura Indalécio, tu és um mestre!!!

Anônimo disse...

Embora com um certo lapso de tempo no retorno rs... Agradeço imensamente pelo gesto da postagem deste breve e simples reconhecimento não mais do que justo. Reverenciamos seu trabalho e talento porque ele é genuíno, repleto entusiasmo e comprometimento, raríssimas qualidades de um profissional em nossos dias. Mais uma vez obrigado pela honra da postagem neste respeitado blog e que o Senhor lhe proteja e inspire cada dia mais! Um grande abraço.

Thiago - SG/RJ